quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Apenas Teu














Todo os dias eu quero
Um tempo só Nosso
O melhor de todo o meu tempo
Um tempo com gosto de fruta doce
Um tempo com brisa e sol
Vou separar meu melhor momento
Aquele em que sou apenas eu
Sem a obrigação dos papéis do mundo
O tempo em que não sou nem mãe
Nem filha, nem irmã, nem amiga
Sou apenas a essência, as células
As entranhas, a alma
Um tempo sem máscaras
Um tempo apenas Teu
Onde não sou mais minha
Assim crua com meus defeitos
E erros, e acertos
Passo a ser apenas Tua
E Tua apenas, meu Deus!

3 comentários:

  1. Grande poetisa, minha prima querida. Uma honra!!!

    ResponderExcluir
  2. toda vez q o releio me vêm lágrimas aos olhos...
    e o desejo de encontrar esse tempo é reacendido.

    ResponderExcluir